Famílias maceioenses celebram conquista de moradia | TVMACEIO.com Para Dispositivos Conectados

Nesta terça-feira, 21 de agosto, o Brasil comemora o Dia Nacional da Habitação. Em Maceió, a data é lembrada com histórias de pessoas que mudaram de vida, após conquistar a moradia própria. Uma delas é Alice Pereira, dona de casa e mãe do Miguel de trê...

casa, apartamento, financiamento, sfh, renda, militares, marinha, caixa, terreno, barraco

Famílias maceioenses celebram conquista de moradia

Publicado por: Editor
21/08/2018 08:22 PM
Eliene Laurentino e José Lourenço – Moradores. Foto: Pei Fon / Secom Maceió
Eliene Laurentino e José Lourenço – Moradores. Foto: Pei Fon / Secom Maceió

Nesta terça-feira, 21 de agosto, o Brasil comemora o Dia Nacional da Habitação. Em Maceió, a data é lembrada com histórias de pessoas que mudaram de vida, após conquistar a moradia própria. Uma delas é Alice Pereira, dona de casa e mãe do Miguel de três anos, que recebeu um apartamento no Residencial Jorge Quintella, entregue no dia 5 de julho deste ano, no Benedito Bentes.

 

Enquanto para muita gente morar bem significa uma vista bonita e uma casa bem decorada, para Alice, moradia digna é ter banheiro, chuveiro, vaso sanitário, pia para lavar os pratos e um piso de cerâmica.

 

Parece o mínimo, mas para quem até pouco tempo vivia em um assentamento precário e sem estrutura, itens comuns adquirem outro valor. “Eu vivia em um barraco e era comum aparecer ratos, cobras, escorpiões e nem tinha onde fazer minhas necessidades. Era muito ruim”, conta Alice.

 

Com a conquista da casa própria, Alice faz planos para o futuro. “Minha vida começou a mudar. E a melhor parte é poder pensar que posso dar um futuro melhor para o meu filho. Tudo é por ele”, comenta, esperançosa. O residencial que ela vive agora foi construído com recursos do Programa Minha Casa Minha Vida, garantidos pela Prefeitura de Maceió.

 

No bloco 36 do mesmo residencial, vive a família do seu José Lourenço e da dona Eliene Laurentino, que abre a porta com sorrisos largos e muita satisfação, em um apartamento limpo, aconchegante e bem organizado. “Agora posso limpar minha casa e ter um local pros meus filhos brincarem”, disse dona Eliene.

 

Ela afirma que estava tão ansiosa para se mudar, que no primeiro dia de nova moradia mal comeu e só pensava em deixar a casa toda arrumada para a família. “Na minha primeira noite aqui, eu dormi feito um anjo”, comemorou. “Na favela, eu dormia com um olho aberto e outro fechado. Agora posso dormir sem medo”, conta, referindo-se à antiga moradia no extinto Assentamento Santa Cruz, onde será construída uma escola.

 

Na sala do apartamento novo, o marido de dona Eliene, seu José Lourenço, era só felicidade. “Nos meus 54 anos de vida, nunca pude morar em uma casa assim, nem de aluguel, pois o dinheiro era pouco e nunca pude pagar algo melhor”, diz satisfeito com a conquista da casa própria, pela qual pagará a parcela de R$ 80 por mês.

 

Entregas e novas unidades

Nos últimos seis anos, a Prefeitura de Maceió, por meio da secretaria de Desenvolvimento Territorial e Meio Ambiente (Sedet), já entregou 10.032 unidades habitacionais para a população com renda de R$ 0 a R$ 1.800.

 

Este ano, o município de Maceió já recebeu autorização para aprovar projetos de construção de mais 6.684 novas unidades, das quais 4.224 já estão contratadas com as instituições financeiras e 500 – Residencial Vale Bentes – já começaram a ser construídas no Benedito Bentes.

 

Isa Mendonça / Ascom Sedet

Imagens de notícias

Tags:

Compartilhar