Oficinas de arte e reciclagem beneficiam usuários de Caps | TVMACEIO.com Para Dispositivos Conectados

Para melhorar a qualidade de vida dos usuários dos Centros de Atenção Psicossocial (Caps), a Prefeitura de Maceió, por meio da Fundação Municipal de Ação Cultural (FMAC), lançou em janeiro deste ano um edital para selecionar entidades para promover div...

arte, cultura, teatro, shows, pinturas, cinema, vídeo, exposição, museu, pintura

Oficinas de arte e reciclagem beneficiam usuários de Caps

Publicado por: Editor
21/08/2019 11:12 AM
Oficinas acontecem em diversos bairros da capital. Foto: Ascom FMAC
Oficinas acontecem em diversos bairros da capital. Foto: Ascom FMAC

Para melhorar a qualidade de vida dos usuários dos Centros de Atenção Psicossocial (Caps), a Prefeitura de Maceió, por meio da Fundação Municipal de Ação Cultural (FMAC), lançou em janeiro deste ano um edital para selecionar entidades para promover diversas oficinas.

 

Para melhorar a qualidade de vida dos usuários dos Centros de Atenção Psicossocial (Caps), a Prefeitura de Maceió, por meio da Fundação Municipal de Ação Cultural (FMAC), lançou em janeiro deste ano um edital para selecionar entidades para promover diversas oficinas.

 

Um dos contemplados no edital é o Instituto Terra Viva com a Oficina de Arte e Reciclagem, que já vem sendo desenvolvida em Centros de Atenção Psicossocial (Caps) da cidade. A iniciativa é fruto de um convênio firmado entre a Prefeitura de Maceió e o Governo Federal.

 

Fundamentada no barreamento, técnica antiga que transforma o barro em um instrumento multiuso, a oficina faz o resgate de conhecimentos tradicionais e os difunde por meio da pintura. Os usuários de cada Caps aprendem a produzir tintas orgânicas e testam possibilidades em grafismos no papel e também nas paredes.

 

As oficinas são ministradas pelo gestor ambiental e membro do Instituto Terra Viva, Igor Henrique Araújo dos Santos. Segundo o facilitador, o trabalho melhora a qualidade de vida dos usuários. “É fácil de ensinar e fácil de fazer. Também é uma atividade que pode ser considerada terapêutica, que estimula a sensibilidade, desperta um novo olhar para as artes”, disse.

 

Para a gerente de Atenção Psicossocial da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Izolda Dias, as oficinas de pintura são importantes para o processo de socialização dos usuários dos Caps e demonstra expectativa para futuras atividades que envolvam a arte dentro desses espaços.

 

“É através da arte que os usuários do Caps vão despertando o que está no inconsciente deles, é também uma maneira de aprimorar a socialização. Além disso, também busca desenvolver novas formas de organizar o trabalho em relação ao cuidado com as pessoas que são beneficiadas pelos Centros de Atenção Psicossocial”, destaca a psicóloga.

 

Mãe de uma usuária do Caps Dr. Luiz da Rocha Cerqueira, localizado no Conjunto José Tenório, Marciele dos Santos também avalia as atividades de pintura como algo muito positivo para a vida da filha. “Desde que chegamos aqui nossa vida mudou. É muito bom ver o desenvolvimento da minha filha e de outras pessoas na mesma condição que ela com essas oficinas de arte que estão acontecendo”, ressalta.

 

Para o facilitador das oficinas, o apoio do poder público ao terceiro setor [Organizações Não Governamentais] é fundamental para beneficiar a população maceioense de forma ampla. “Unir arte, cultura e também a saúde é umas das formas mais bonitas de auxiliar as pessoas que são usuárias dos Caps, a família delas e até mesmo as pessoas que trabalham aqui”, destacou.

 

Cada Caps será contemplado com três oficinas artísticas. As próximas irão acontecer nos Caps do Farol, Bebedouro, Jacintinho e Jatiúca.

 

Paula Araújo - Ascom FMAC

Imagens de notícias

Tags:

Compartilhar

Vídeos relacionados