SEMSCS mantém fiscalização em frigoríficos e avícolas | TVMACEIO.com Para Dispositivos Conectados

A Secretaria Municipal de Segurança Comunitária e Convívio Social (Semscs) deu continuidade, nesta quinta-feira (19), à fiscalização em estabelecimentos que comercializam carnes, aves, peixes e similares.

maceio, saude, educação, prefeitura, governo, transporte, turismo, economia, fiscalização, semscs

SEMSCS mantém fiscalização em frigoríficos e avícolas

Publicado por: Editor
20/04/2018 07:01 AM
Imagem: Ascom Semscs
Imagem: Ascom Semscs

A Secretaria Municipal de Segurança Comunitária e Convívio Social (Semscs) deu continuidade, nesta quinta-feira (19), à fiscalização em estabelecimentos que comercializam carnes, aves, peixes e similares. Durante a manhã, equipes compostas por fiscais de posturas, ambientais e sanitários, com o apoio da Guarda Municipal, vistoriaram mais três frigoríficos e avícolas no bairro do Jacintinho.

 

Três estabelecimentos foram vistoriados no segundo dia da operação.

O fiscal de posturas Caio Maiorano, coordenador da ação, informou que em todos os locais foram constatadas irregularidades. “A principal delas foi a falta de alvará de localização e funcionamento. Os donos foram notificados por infração ao Código de Posturas de Maceió”, explicou. Os proprietários têm um prazo de três dias para irem à Secretaria para regularizar a situação.

 

Para o titular da Semscs, coronel Ivon Berto, a ação é uma questão de saúde pública. “Estamos prosseguindo com a fiscalização e, na próxima semana, nossas equipes irão a outros locais, pois esse funcionamento clandestino põe em risco, diretamente, a saúde da população”, ressaltou.

 

Início

No primeiro dia da ação, realizado na última segunda-feira (16), foram apreendidos cerca de 200 quilos de carne imprópria para consumo e comercializadas sem as devidas licenças dos órgãos sanitários e ambientais. Cinco estabelecimentos foram vistoriados e um foi notificado por falta de alvará de localização. Dois foram lacrados por funcionarem de forma clandestina e pelo manuseio e descarte irregular dos restos dos animais. Seus proprietários foram presos por crime ambiental e conduzidos para a Central de Flagrantes, na Gruta de Lourdes.

 

A principal irregularidade encontrada foi a falta de alvará de localização e funcionamento.

 

As ações são realizadas de forma conjunta entre a Semscs, Superintendência Municipal de Limpeza Urbana (Slum), Secretaria de Desenvolvimento Territorial e Meio Ambiente (Sedet) e a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), por meio da Vigilância Sanitária.

 

Produzido por: Ascom Semscs

Imagens de notícias

Tags:

Compartilhar