PREMONIÇÃO?: Prigozhin terá adivinhado como iria morrer?

Publicado por: Editor Feed News
31/08/2023 06:40 PM
Exibições: 102
Grupo Wagner
Grupo Wagner

Quando disse que preferia ser assassinado do que mentir ao seu país, Yevgeny Prigozhin falou sobre um avião que se “exploderia no ar”.

 

As teorias que rondam Yevgeny Prigozhin acumulam-se. Agora se fala sobre uma aparente premonição.

O avião onde viajava o líder do Grupo Wagner caiu na semana passada. Houve teorias que apontavam para que Prigozhin não estivesse mesmo no avião.

 

Mas, neste domingo, o Comité de Investigação da Rússia anunciou que os exames genéticos confirmaram que Prigozhin era um dos 10 ocupantes do avião. Todos morreram. É bom lembrar que tudo que vem da Russia carece de credibilidade.

 

Em Abril deste ano, numa entrevista a um blogger militar, Semyon Pegov, Prigozhin parecia prever o seu fim.

 

Nessa conversa, recuperada pela Reuters, o militar disse que preferia ser assassinado do que mentir ao seu país. E falou sobre um avião que caía.

 

O líder do Grupo Wagner dizia na entrevista que a Rússia estava próxima de um desastre porque quem contava a verdade, quem não tinha medo do Kremlin, estava a ser expulso do país.

 

“Hoje chegamos ao ponto de ebulição. Porque falo sobre isto tão honestamente? Porque devo isso, diante daquelas pessoas que vivem neste país. Estão  mentindo para essas pessoas. É melhor matarem-me“.

 

E acrescentou: “Não vou mentir: devo dizer, honestamente, que a Rússia está à beira de um desastre. E, se essas engrenagens não forem ajustadas já, o avião vai desmoronar-se no ar“.

 

Obviamente os comentários no Telegram multiplicaram-se: “Ele sabia”, escreveu o primeiro utilizador que reagiu a este excerto.

 

Há quem escreva publicamente que Vladimir Putin foi o responsável pela queda do avião: “Só podes ser burro se não acreditas nisso”.

 

Por outro lado, há comentários que aponta para a Ucrânia: “É inconveniente para nós (russos) perder um herói como este. Foi a Ucrânia que o matou, sob ordem dos serviços especiais dos Estados Unidos da América e dos anglo-saxónicos”.

Mas há quem continue a acreditar que Yevgeny Prigozhin está vivo: “Está na Jamaica, a beber pina colada”.

Com informações de terceiros Agência ZAP (PT)

Vídeos da notícia

Imagens da notícia

Tags:

Mais vídeos relacionados