Sexo Oral como Principal Vilão na Propagação do HPV

Publicado por: Editor Feed News
09/04/2024 04:18 PM
Exibições: 179
Cortesia Editorial Pixabay
Cortesia Editorial Pixabay

Prevalência e Consequências: Analisando estudos que destacam a prevalência do sexo oral e sua ligação com o desenvolvimento do câncer de garganta.

 


Relação entre HPV e Câncer de Garganta: O aumento alarmante dos casos de câncer de garganta nas últimas duas décadas tem sido associado principalmente ao papilomavírus humano (HPV), tornando-se mais prevalente do que o câncer cervical em certos países. Isso foi noticiado pelo The Conversation

 

Risco Aumentado pelo Sexo Oral: O número de parceiros sexuais ao longo da vida, especialmente a prática de sexo oral, tem sido identificado como o principal fator de risco para o desenvolvimento do câncer de garganta relacionado ao HPV.

 

Prevalência do Sexo Oral: Estudos indicam que o sexo oral é uma prática comum em muitos países, com uma alta porcentagem de adultos admitindo terem se envolvido nesse tipo de atividade ao longo da vida.

 

Vacinação contra o HPV: A vacinação contra o HPV, inicialmente direcionada às meninas para prevenir o câncer cervical, agora está sendo reconhecida por seu potencial também na prevenção da infecção por HPV na boca, com algumas evidências sugerindo proteção para ambos os sexos.

 

Desafios e Obstáculos: Apesar dos benefícios da vacinação, existem desafios significativos, incluindo questões de cobertura vacinal, hesitação em relação à vacinação e preocupações sobre o incentivo à promiscuidade, que afetam a eficácia das políticas de vacinação e a prevenção individual.

 

Conclusão: Conhecimento, Prevenção e Atenção Médica Adequada

O câncer de garganta, especialmente quando associado ao HPV, representa um desafio crescente para a saúde pública. No entanto, com o aumento da conscientização sobre os fatores de risco, medidas preventivas, como a vacinação contra o HPV, e uma abordagem multidisciplinar para o tratamento, é possível enfrentar esse problema de  saúde com eficácia e salvar vidas. O renomado Médico Dr. Alex Porsani, Cirurgião de Cabeça e Pescoço membro do quadro de especialistas do Hospital Santa Casa de Misericórdia de Araraquara, uma referência em Oncologia pelo SUS, destaca a importância da educação contínua, da prevenção ativa e do acesso equitativo ao tratamento para combater o câncer de garganta e melhorar os resultados de saúde para todos.

Vídeos da notícia

Imagens da notícia

Tags: